Como o gerenciamento de mídias sociais pode alavancar as vendas no mercado da moda?

Por Rafael Rodrigues

“Só me certificando de ter uma boa luz para os sapatos na hora de bater a foto”, diz Rafael Ferrer, social media na Meninas Gerais, loja de sapatos, bolsas e acessórios de Juiz de Fora. A sua função é garantir que tanto os produtos, quanto o local sejam bem divulgados e seus clientes atendidos no ponto físico e virtual, através da sua produção. “Agora é ir para a edição”, completa.

Assim como qualquer segmento que tenha como intuito apresentar e vender o seu produto em mídias sociais, no mercado de moda isso é ampliado não apenas no item em si, mas em toda a produção por trás e a intenção ao exibir um sapato, roupa, maquiagem, acessórios, tecidos ou mesmo um editorial. Requer talento e atenção nos mínimos detalhes.

Produção

“Eu começo fazendo fotos de sapatos e bolsas”, explica Rafael sobre a sua rotina. “Crio cenários, utilizo espelhos, jogo de luzes e procuro captar o melhor ângulo para produzir as imagens. Também procuro registrar como fica uma peça numa cliente, e se ela permitir, utilizo para alimentar as mídias sociais. Em seguida, faço uma rápida edição, com corte, brilho, inserção ou não de logo, margem, e posto com um pequeno texto que valorize aquele produto, que será adquirido pela cliente”, afirma.

20161128_133540-1

Rafael Ferrer atualizando as mídias sociais da loja Meninas Gerais.

Pode ocorrer que algumas lojas aproveitem imagens prontas para divulgar sua marca e ter conteúdo. Mas, segundo Rafael, isso é um tiro no pé. “Não podemos ser falsos, não dá para mostrar algo que não está sendo comercializado na loja. A cliente vai olhar aquele item no Instagram, no Facebook e pode até despertar nela o desejo de comprar, mas vai se chatear se não tiver aquele mesmo salto, aquele mesmo sapato que ela olhou. É frustrante. Precisamos sempre ser verdadeiros e transparentes com o que postamos, sem ilusões ou edições demais”.

Com mais de vinte mil seguidores no Instagram e pouco mais de 15 mil na Fan Page da Meninas Gerais, Rafael Ferrer explica o crescimento e sucesso da loja através de duas coisas. “Temos bons produtos à venda. Trabalhamos com sapatos e bolsas de qualidade, de marcas confiáveis, que transmitem segurança e conforto para cada cliente que os adquire. Nós não vendemos só peças femininas. Vendemos o estilo de vida que essas clientes possuem e aproveitamos o espaço para dar dicas, sugestões e informar para nossa rede de clientes que estão conosco pelo Whatsapp, Instagram e outras mídias sobre quando chegam novidades. E também o bom trabalho da equipe, que acaba gerando fidelidade, carisma, confiança e sabedoria na hora de informar o que é melhor para pessoa que entra na loja. Me sinto feliz de fazer parte disso”, confessa.

meninas-1-1

Conta do Instagram gerenciada pelo social media Rafael Ferrer

Técnica

Indagada sobre qual a melhor forma de apresentar um produto em plataformas como Instagram, a social media Larissa Duarte afirma que, por exemplo, o ideal é focar em imagens atrativas, que destaquem as qualidades do produto. “Imagens com boa qualidade são sempre mais valorizadas. A dica é procurar fotografias com boa iluminação e um ângulo favorável. A produção de moda deve sempre se preocupar em contextualizar a peça, demonstrando como utilizá-la em um look ou exibindo seus detalhes”, explica.

10628212_750587795021016_6339929693035809020_n-1

Larissa Duarte palestrando sobre mídias sócias (Foto: Nucom/Estácio de Sá)

O que não se deve fazer para atrair clientes, segundo Larissa, “é insistir em divulgação de conteúdo sem oferecer informações ou benefícios para seus seguidores. É um dos erros de quem começa a trabalhar com conteúdo digital. O ideal é combinar a exibição dos produtos com dicas de como utilizar, looks completos, informações relevantes, imagens atrativas e mensagens que são do interesse de seu público. E lembrar que seu consumidor em potencial acessa as redes sociais como forma de lazer e não para realizar compras, por isso é necessário cativar a atenção criando um conteúdo de qualidade”.

E para quem começou a montar uma loja e quer investir em social media, quais são os primeiros passos? “O primeiro passo é conhecer seu público. Qual é a faixa etária, interesses, estilo de vida e comportamento de consumo. A partir daí, é possível entender quais são as redes sociais que este perfil de consumidor utiliza mais e traçar uma estratégia de divulgação. Investir em benefícios exclusivos, com um conteúdo de qualidade e boas imagens é essencial. Se relacionar com seus seguidores e responder a todas as perguntas e comentários realizados ajuda a criar uma boa imagem, além de aproximar sua marca do público”, finaliza.

Visibilidade

15450963_1441047665919799_1679276347_n-1

Jéssica Soares (ao centro) com suas modelos preparadas para desfile.

A designer de moda Jéssica Soares ressalta que, hoje em dia, as pessoas passam mais tempo online e a internet é uma ferramenta indispensável quando se trata de negócios. “Quando se tem uma marca ou um produto sendo exposto ali, você acaba ganhando uma visibilidade que não teria talvez com uma loja física. Isso faz com que a maioria das marcas hoje, sejam elas pequenas ou grandes, optem por essa praticidade de divulgar o produto a custo zero. Quando se trata de uma peça de roupa por exemplo, se aquela imagem em si te atrai, você acaba se interessando pelo conteúdo da página como um todo. O que eu acredito que seja algo muito válido”, conta.

Dicas

Para quem vai começar o e-commerce ou utilizar plataformas de mídia para demonstração dos seus produtos, aqui vão algumas dicas que podem alavancar o seu trabalho:

1 – Estude e leia sempre sobre o segmento de moda, especialmente o que sua loja vende.

2 – Saiba corretamente o tamanho e proporção de cada foto para cada mídia. Você pode estudar as formas aqui.

3 – Não venda apenas sapatos e roupas. O seu ponto físico também precisa ser demonstrado, assim como a decoração, a disposição dos produtos, funcionários e em épocas sazonais, se apoiar para vender a loja como um todo. Tudo pode ser visto.

4 – Crie a necessidade de compra: promoções, eventos locais, feiras, festas e associação com tendências.

5 – Faça parceiras com youtubers, blogueiras e influenciadores da sua cidade, para que a audiência deles seja captada para a sua loja.

6 – Use e abuse do bom humor em todas as postagens.

7 – Analise sua plataforma de mídia regularmente e veja o que está dando certo e errado.

8 – Participe de espaços e eventos dos quais sua marca pode ser apresentada. Isso conta e muito para sua divulgação.

9 – Estude sempre.

Anúncios