TREND TOPICS INVERNO 2016

Por Hellen Katherine.

A moda está livre, múltipla, e a gente sabe bem que está cada vez mais difícil falar sobre tendências. O caldeirão é imenso. Mas há uma atmosfera desafiadora onipresente em todas as passarelas. Falamos de atitude, de look-conforto, de brechós, de democracia fashion, de se reconhecer com o que se veste, um novo lifestyle, talvez.

Eu me lembro bem de quando falamos sobre androginia lá na edição #3, ainda em 2010, já apontando a fluidez entre os gêneros como trend. Bom, é uma realidade. Assim como o hábito de olharmos para o passado aproveitando as novas possibilidades – tecnológicas e criativas – do presente e do futuro. Há uma irreverência no ar, mas há elegância também. Tudo isso acontecendo na frente do espelho e nas ruas. Ao som de hip hop, talvez.

Vitoriano dark

É para a Europa do século XIX que a moda deste inverno nos transporta. As referências da Era Vitoriana pincelaram diversos desfiles e deram vida nova a algumas tendências. Golas altas, babados, rendas e bordados ganham ares contemporâneos, com mood levemente gótico. O veludo é ótimo representante dessa trend, que surpreende pelos detalhes.

Back to the future

O retrofuturismo foi aposta das its Balmain, Prada e Miu Miu, resgatando estilos e itens de perfume vintage – com rastros, principalmente, das décadas de 60 e 70 -, mas com materiais tecnológicos e modernetes. Guie-se por tecidos como lamê e neoprene pra não ter erro.

Ele (a)

Reflexo de uma época que questiona as definições de gênero, o agender ganha espaço oficial na lista. Nada mais natural, já que a estética andrógena traduz bem esse novo momento: paletós para elas, túnicas para eles – porque não? O gender-bender vem mudar alguns hábitos de consumo.

Espírito 90’s

Nas roupas e no lifestyle da temporada. A proposta é de atitude: mais cool, com influências esportivas, grunge e por aí vai. Plataformas, acessórios com mood punk, peças customizadas com patches, bonés e cores (muitas!) nos desafiam a revisitar a década de um jeito feminino, mas com perfume urbano e pop.

Marshmallow

A cartela candy já vinha aparecendo, com tons clarinhos de amarelo, azul e rosa. Mas o inverno adocicado vem acompanhado de momentos levemente ácidos proporcionados por um fundo neon bonito que ilumina os looks sutilmente. A tendência equilibra a paleta e tem tudo pra agradar.


Matéria publicada originalmente pela Revista F. Cultura de Moda #16, link aqui 😉

Anúncios