PITACOS • OSCAR 2016

Por Danielle Magno.

Lá vamos nós, para mais um ano de achômetro do prêmio mais importante – e brega, e injusto, e quase sem critério – da indústria americana: o Oscar.

Este ano a coisa está num clima pesado, a falta de diversidade étnica dos indicados recebeu mais atenção do que a premiação em si, e mesmo com uma presidente da Academia (a associação de “filiados” que vota e concede o prêmio), negra, e um apresentador também negro, Chris Rock, as ameaças da comunidade afro-americana de boicote à festa foram sérias e repercutiram pelo mundo.

O que ficou claro é que o Oscar é um “clube hetero branco e macho”. E a verdade é que as coisas vão ter que mudar. O Oscar pode até ser ainda assim, mas o mundo já não é mais o mesmo, há tempos.

Este também é o ano em que pode acabar a maldição para Leonardo DiCaprio. Parece que ele leva a estatueta de Melhor Ator. Asim, as piadas e memes sobre Leo vão ter de acabar. Aceitem.

Mas vamos para o tradicional pitaco de sempre? E como sempre, também, não há nenhum rigor científico, estético ou qualquer coisa substancial. São apenas pitacos, no final:

Melhor Filme

Spotlight-Movie-Review-1

Cena de Spotlight: Segredos Revelados. ©Reprodução.


“A grande aposta”
“Ponte dos espiões”
“Brooklyn”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“O Quarto de Jack”
“Spotlight: Segredos revelados”

Parecia certo que O Regresso, mais um filme chato do Iñárritu (sou implicante), fosse levar. Mas aí que Spotlight e A Grande Aposta acabaram vencendo algumas premiações e meio que embolaram o jogo. Por mim, não levando O Regresso, pelo fim do pedantismo do diretor, beleza. O que eu queria que levasse era Mad Max, mas aí seria delírio mesmo. De qualquer forma vale ver os filmes desta lista, e destaco também O Quarto de Jack.

Melhor ator

Imagens, ©Reprodução


Bryan Cranston (“Trumbo”)
Matt Damon (“Perdido em Marte”)
Leonardo DiCaprio (“O regresso”)
Michael Fassbender (“Steve Jobs”)
Eddie Redmayne (“A garota dinamarquesa”)

Pois é, Mr. Dicaprio, logo no ano mais ingrato da premiação, pesando ameaças de boicote e racismo, o senhor têm grandes chances. A internet vai perder o meme Leo e o Oscar – a saga. Leo Dicaprio levou os principais prêmios e ele virou vassourinha de festas de premiação. Está fazendo uma campanha forte. Acho quase improvável que qualquer um dos outros indicados tomem a estatueta. Nem mesmo o vencedor do ano passado, Eddie Redmayne, em mais uma atuação de caracterização física.

Melhor atriz

carol-creative-brief-1108x0-c-default

Cate Blanchett em Carol. ©Reprodução.

Cate Blanchett (“Carol”)
Brie Larson (“O quarto de Jack”)
Jennifer Lawrence (“Joy”)
Charlotte Rampling (“45 anos”)
Saoirse Ronan (“Brooklyn”)

Bom, to aqui para desabafar que não aguento mais filmes fofos com a igualmente fofa Jen Lawrence e Bradley Cooper, chega desta dupla, chega dessa fórmula fofura que deu certo. Claro que Jen é boa atriz, mas né, chega? Cate Blanchett vem com usual classe e competência, mas Carol não é um bom filme e suas chances podem diminuir consideravelmente. Aqui a mais forte é Brie Larson, que já levou os principais prêmios e fez um ótimo trabalho nesse filme sensível. Menção honrosa a Charlotte Rampling. E que não dê Jennifer Lawrence, porque aí sim seria um crime que, ó.

Melhor diretor

alejandro-g-inarritu

Alejandro Iñarrittu. ©Reprodução.


Alejandro G. Iñárritu (“O regresso”)
Tom McCarthy (“Spotlight: Segredos revelados”)
George Miller (“Mad Max: Estrada da fúria”)
Adam McKay (“A grande aposta”)
Lenny Abrahamson (“O quarto de Jack”)

Como já deixei clara a minha implicância pelo pedantismo de Iñárritu e de sua visão “olha como tô revolucionando o cinema”, o que seria absolutamente justo e badass é dar o prêmio para as mãos de George Miller, o que ele fez com o gênero ação é realmente revolucionário. Deu nova forma e, principalmente, conteúdo. Sim, filmes de ação têm algo a dizer, deu protagonismo a mulheres, sub dimensionou o seu “herói”, Max, e fez as melhores sequencias de perseguição no deserto. Mostrou Mulher e Homem versus natureza selvagem. E tudo isso sem ser chato, dizaê Inarritu? Mas Miller levar só em caso dos votantes terem batido a cabeça. Deve vencer novamente Inarritu. Bem, o Adam McKay também tá no páreo, viu.

Melhor animação

o-O-MENINO-E-O-MUNDO-facebook

Cena de O menino e o Mundo


“Anomalisa”
“O menino e o mundo”
“Divertida mente”
“Shaun, o carneiro”
“As memórias de Marnie”

Dei pitaco nessa categoria só porque existe o único reresentante brasileiro, O Menino e o Mundo. Mas meu lado mainstream aposta no delicioso Divertidamente. Temos uma win win situation aqui 🙂

Melhor filme estrangeiro

Cinco-Gracas-2

Cinco Graças – ©Reprodução


“Embrace of the Serpent” (Colômbia)
“Cinco Graças” (França)
“O filho de Saul” (Hungria)
“Theeb” (Jordânia)
“A war” (Dinamarca)

O Brasil não conseguiu emplacar o elogiado Que Horas Ela Volta, mas bacana a Colômbia representar o território sul-americano. O filho de Saul levou tudo até agora, deve vencer esse também. Destaco Cinco Graças. Vale a pena ver.

Melhor trilha sonora

morricone

Ennio Morricone. ©Reprodução.


“Ponte dos espiões”
“Carol”
“Os 8 odiados”
“Sicario”
“Star Wars: O despertar da força”

Morricone com os Oito Odiados. E fim de papo. Star Wars e John Willians apenas emularam o passado. Ok que é um senhor passado 🙂

Melhor Roteiro Adaptado

579884-635x420-1

O Quarto de Jack – ©Reprodução.


“A grande aposta”
“Brooklyn”
“Carol”
“Perdido em Marte”
“O quarto de Jack”

Só não vi Brooklyn desta lista, eu acho o roteiro de Carol frio, ponto fraco mesmo. Perdido em Marte é uma coisas que a gente não consegue definir, fica no dramedia. A grande aposta e O quarto do Jack me impressionaram mais, mas deve levar A Grande Aposta.

Melhor roteiro original

ex-machina

Ex Machina – ©Reprodução.


“Ponte dos espiões”
“Ex Machina”
“Divertida mente”
“Spotlight: Segredos revelados”
“Straight Outta Compton”

Gente, Ex Machina é uma bobagem, tô surpresa de tá aqui. Meio que roubou a vaga de Tarantino em Oito odiados, hein. Spotlight leva, até porque a história sobre padres pedófilos e a omissão da Igreja é forte demais.

Melhor Figurino

CindFig02

Figurino de Cinderela. ©Reprodução.

“Carol”
“Cinderela”
“A garota dinamarquesa”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“O Regresso”

Quem sabe um dia eu entenda porque O regresso levou essa indicação. Imagino que a disputa fique entre Cinderela, Mad Max e A Garota Dinamarquesa. Não tenho favoritos aqui.

Melhores efeitos visuais

Mad-Max-Fury-Road-Furiosa-720x480

Mad Max – ©Reprodução.


“Ex Machina”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“Star Wars: O despertar da Força”

Categoria onde todos concorrentes são muito fortes. Fico com Mad Max, mas O Regresso pode levar esse também.

Melhor Montagem

star-wars-o-despertar

Star Wars – ©Reprodução

“A grande aposta”
“Mad Max: Estrada da fúria”
“O regresso”
“Spotlight: Segredos revelados”
“Star Wars: O despertar da força”

Mad Max, por favor. Engraçado que não acho esse o ponto forte de Spotlight, aliás, ele é bem conservador nesse quesito.

Melhor Atriz Coadjuvante

Steve Jobs

Kate Winslet em Steve Jobs – ©Reprodução


Jennifer Jason Leigh (“Os 8 odiados”)
Rooney Mara (“Carol”)
Rachel McAdams (“Spotlight: Segredos revelados”)
Alicia Vikander (“A garota dinamarquesa”)
Kate Winslet (“Steve Jobs”)

Winslet tá levando tudo em praticamente todas as premiações. Particularmente acho essa categoria fraca este ano. Não tem nada memorável. Nada que deixe a gente pensando: “poxa ela tá melhor que a principal”. A não ser Winslet, por este filme bem mais ou menos. Deve ser por isto.

Melhor Ator Coadjuvante

creed-sylvester-stallone-golden-globes-nominations-2016

Silvester Stallone em Creed, ©Reprodução.

Christian Bale (“A grande aposta”)
Tom Hardy (“O regresso”)
Mark Ruffalo (“Spotlight: Segredos revelados”)
Mark Rylance (“Ponte dos espiões”)
Sylvester Stallone (“Creed”)

O fato de Idris Elba não receber a sua indicação por Beasts of no Nation, um trabalho incrível, já coloca essa categoria como injusta e incompleta. Então que leve mesmo Stallone, pelo menos tá ganhando tudo, tá sinceramente emocionado e agradecido e, principalmente, soube valorizar seu grande personagem, Rocky Balboa. Tom Hardy pode ameaçar Stallone. Mas não deveria. Mesmo.

Melhor Documentário

nina-simone-birthday-promoNina Simone, ©Reprodução

“Amy”
“Cartel Land”
“The look of silence”
“What happened, Miss Simone?”
“Winter on fire: Ukraine’s Fight for Freedom”

Tanto Amy quanto Miss Simone são de uma tristeza. Ver estas mulheres destruidas pouco a pouco, mas como são maravilhosas! Leva Amy.

Melhor canção original

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=waU75jdUnYw]


“Earned it”, The Weekend (“Cinquenta tons de cinza”)
“Manta Ray”, J. Ralph & Antony (“Racing extinction”)
“Simple song #3”, Sumi Jo e Viktoria Mullova (“Youth”)
“Writing’s on the wall”, Sam Smith (“007 contra Spectre”)
“Til it happens to you”, Lady Gaga (“The hunting ground”)

Uma das piores canções de 007, se bem que reflete a qualidade desse Bond ruim desta geração. Eu espero que leve 50 Tons de Cinza, que aliás, tem uma trilha sonora muito digna!

Existem outras categorias, mas não sinto que possa falar alguma coisa. Lembrando que a premiação, e os pitacos, são sempre baseados no gosto pessoal. Não acho que tivemos um ano realmente UAU para o cinema. Apesar de achar que o cinemão mainstream de Guerra nas Estrelas e Mad Max foram muito mais ousados do que o cinema de autor.

Quais são suas apostas?

—-

*Créditos da lista de indicados: G1