MODA DE AUTOR • ROMANIFFY MENDONÇA

Publicado pela Revista F. Cultura de Moda #15

Por Raquel Gaudard

romaniff3

Fluminense de Volta Redonda, Romaniffy Mendonça, 24, é estilista, modelista, costureiro e contador de histórias. O sonho de tornar-se o profissional que hoje é, levou o jovem, então com 17 anos, a mudar-se para o Rio de Janeiro. Lá, graduou-se pelo SENAI-Cetiqt, em Tecnologia de Produção do Vestuário – Modelagem. “Me intrigava criar e não saber como executar minhas próprias peças, por isso optei pela graduação em Modelagem. Foi lá, também, onde o meu interesse pela costura foi aprimorado, hoje essencial nas minhas criações.”

Os primeiros vestidos traçados no papel foram ainda quando criança e, desde então, não parou mais. Romaniffy teve a sorte de ser incentivado pelos pais, que confiaram no seu talento e na decisão de ser um profissional criativo da moda. “Desde pequeno tenho uma ligação muito forte com a moda, que se reflete diretamente no meu próprio estilo. Carrego a moda comigo, desde um simples corte de cabelo até a forma como me comporto.”

Juiz de Fora entrou na sua rota quando decidiu especializar-se em Arte, Cultura de Moda e Moda, pelo Instituto de Artes e Design, na UFJF. Na cidade, conheceu o trabalho de Mariana Procópio, artista de macramê, que havia criado uma mandala usando a técnica. E Romaniffy tratou de estabelecer o crossover. “Logo que coloquei os olhos na peça, imaginei as costas de um vestido. A partir daí, comecei a criar algo que fosse o complemento da obra de arte feita por Mariana.”

IMG_3022

Vestido assinado por Romaniffy em colaboração com Mariana Procópio. Foto © Fernanda Mansur.

Confira mais fotos em nosso site aqui.

A parceria deu certo. Um vestido verde e marrom, com formas retas e leve drapeado no busto, arrematado pela mandala em macramê, foi exposto na Galeria de Arte Hiato, em Juiz de Fora. Atualmente, Romaniffy e Mariana seguem com a parceria, desenvolvendo uma coleção juntos, através da marca do estilista. “Serão peças que representam o que é orgânico e leve, carregadas de referências do interior do sul do Brasil, onde moro atualmente”, conta.

Seu último editorial é um estudo de modelagem tridimensional e plana, onde estruturas e formas se alinham ao universo criativo das obras do arquiteto Oscar Niemeyer. “A minha proposta neste trabalho concentra-se inteiramente em desvendar a barreira intransponível entre retas e curvas, fixos e flexíveis em a mesma coisa ou, como diria o poeta, encontrar ‘beleza em curvas sublimes’’.

Romaniffy considera-se casado com a moda, num relacionamento afetivo que não deixa cair na rotina. “Criar libera uma adrenalina fascinante e passar por todos os processos que a moda me proporciona (croqui, modelagem, corte e costura) faz com que cada vestido, através dos seus traços e alfinetadas, cada parte costurada, revele uma nova história.”

Vai lá >> facebook.com/romaniffy.mendonca

Mais fotos de suas criações >> http://www.fworksprodutora.com.br/moda-de-autor-design-romaniffy.html