EMMY 2014 – PITACOS

65th_emmy_awards

POR DANIELLE MAGNO

Comparado ao Golden Globe, o Emmy é considerado caretinha e sem grande arroubos de criatividade e originalidade. Há como sempre as omissões e o chororô dos fãs. Nele, ao contrário das outras premiações, os atores, diretores, roteiristas e produtres inscrevem seus trabalhos enviando uma emmy tape, ou seja, num conjunto de 22 episódios (em séries regulares, especiais como as da HBO, têm no máximo 13) escolhem apenas um episódio que deverá representar o ápice artístico da coisa toda.

Parece injusto? Talvez, mas as vezes uma boa série nos pega num único episódio, não é? O Emmy premia apenas trabalhos feitos exclusivamente para a TV, quédizê, isso até o ano passado, quando o serviço de streaming Netflix subverteu tudo. Hoje a premiação já entende que “assistir TV”  pode ser feito noutras plataformas também.

Então bora lá:

Melhor série dramática

“Breaking bad”
“Downton Abbey”
“Game of thrones”
“House of cards”
“Mad men”
“True detective”

true_detective_background_wallpaper
 

Bom, aqui já temos uma ação espertinha de produtores. Em tese, True Detective é uma minissérie, não uma série, mas nos EUA esse formato não gera tanto buzz. Logo, o povo da HBO inscreveu True Detective nessa categoria, tumultuando o jogo. Porque bem, True Detective é a melhor coisa do ano. Mas todas as indicadas são bacanas demais! O melhor que a TV pode nos oferecer. Breaking Bad é a única que pode barrar True Detective e levar o prêmio. Não há chances para as outras. Pessoalmente acho Breaking Bad legal, merece todas as honras, mas assim como Mad Men, nunca me envolveu.

Melhor atriz em série dramática
Lizzy Caplan (“Masters of sex”)
Claire Danes (“Homeland”)
Michelle Dockery (“Downton abbey”)
Julianna Margulies (“The good wife”)
Kerry Washington (“Scandal”)
Robin Wright (“House of cards”)

Robin Wright e Kevin Spacey em House of Cards ©Reprodução.

Robin Wright e Kevin Spacey em House of Cards ©Reprodução.

Estas senhoras não estão para brincadeira! Aqui não tem injustiça, Lizzy Caplan não conseguiu ser indicada no Golden Globe, mas o erro foi corrigido: ela é alma de Masters Of Sex. Mas não acredito que acontecerá alguma surpresa aqui. Robin Wright deve levar, ameaçada apenas por Julianna Margulies.

Melhor ator em série dramática
Bryan Cranston (“Breaking bad”)
Jeff Daniels (“The newsroom”)
Jon Hamm (“Mad men”)
Woody Harrelson (“True detective”)
Matthew McConaughey (“True detective”)
Kevin Spacey (“House of cards”)

Matthew Mcconaughey e Woody Harrelson em True Detective ©Reprodução.

Matthew Mcconaughey e Woody Harrelson em True Detective ©Reprodução.

O grande problema aqui é Woody Harrelson ter se inscrito como lead actor. Se optasse como coadjuvante, levaria e não dividiria ainda mais os votantes entre Matthew McConaughey e Bryan Cranston. E nessa divisão o incrível Bryan pode vencer, mas alguém em sã consciência tiraria o prêmio das mãos do vencedor do Oscar deste ano? Matthew leva e com ele a melhor performance masculina. Eu não tenho dúvidas. Nesta categoria, no entanto, está a maior injustiça: Jeff Daniels tem uma atuação competente, mas jamais comparável a Michael Sheen , em Masters Of The Sex. Ele sequer foi indicado, provavelmente perdeu a vaga para o intérprete de Debi &  Loide. Cruel, hein?

 

Melhor atriz coadjuvante em série dramática
Anna Gunn (“Breaking bad”)
Maggie Smith (“Downton Abbey”)
Joanne Froggatt (“Downton Abbey”)
Lena Headey (“Game of thrones”)
Christine Baranski (“The good wife”)
Christina Hendricks (“Mad men”)

Finalmente Miss Headey foi indicada pela perversa e deliciosa Cersey, de GoT. Mas não adianta termos esperanças, GoT não leva. A briga fica com as damas de Downton e Anna Gunn.

Melhor ator coadjuvante em série dramática
Aaron Paul (“Breaking bad”)
Jim Carter (“Downton Abbey”)
Peter Dinklage (“Game of thrones”)
Josh Charles (“The good wife”)
Mandy Patinkin (“Homeland”)
Jon Voight (“Ray Donovan”)

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=BZ_bUIFwHJI]

Aaron Paul leva, só um milagre Peter Dinklage rouba essa. Mesmo como o melhor discurso “ I Demand a Trial by Combat!”

Melhor série de comédia
“Big Bang theory”
“Louie”
“Modern family”
“Orange is the new black”
“Silicon Valley”
“Veep”

maxresdefault

Que não vença Big Bang. Já deu. E nem Modern Family. Pois é, a minha torcida aqui é do contra. Espero que OITNB, a mais ousada, seja devidamente reconhecida. E acho bem que Girls devia estar indicada.

Melhor atriz em série de comédia
Lena Dunham (“Girls’)
Edie Falco (“Nurse Jackie”)
Julia Louis-Dreyfus (“Veep”)
Melissa McCarthy (“Mike & Molly)
Amy Poehler (“Parks And Recreation”)
Taylor Schilling (“Orange is the new black”)

Taylor Schilling em #OITNB ©Reprodução

Taylor Schilling faz um trabalho competente, virou queridinha! Mas, talvez, Julia Louis acabe com a festa da moça.

Melhor ator em série de comédia
Louis C.K. (“Louie”)
Don Cheadle (“House of lies”)
Ricky Gervais (“Derek”)
Matt LeBlanc (“Episodes”)
William H. Macy (“Shameless”)
Jim Parsons (“Big Bang theory”)

jim-parsons-snl-Johnny-Weir_1

Jim Parsons levar uma vez mais, esse ano, é crime! Não tenho favoritos nessa categoria, só não acompanho Episodes. As outras séries são suficientemente engraçadas, graças aos seus protagonistas.

Melhor ator coadjuvante em série de comédia
Andre Braugher (“Brooklyn Nine-Nine”)
Adam Driver (“Girls”)
Jesse Tyler Ferguson (“Modern family”)
Ty Burrell (“Modern family”)
Fred Armisen (“Portlandia”)
Tony Hale (“Veep”)

modern-family-s04e02

Sinceramente? Nem ligo! Que categoria fraca essa. Um dos dois moços de Modern Family deve levar. Por força do hábito, apenas.

Melhor atriz coadjuvante em série de comédia
Mayim Bialik (“Big Bang theory”)
Julie Bowen (“Modern family”)
Allison Janney (“Mom”)
Kate Mulgrew (“Orange is the new black”)
Kate McKinnon (“Saturday Night Live”)
Anna Chlumsky (“Veep”)

Red #OITNB ©Reprodução

Red #OITNB ©Reprodução

Que não me tirem o prêmio de Kate Mulgrew pela fantástica Red em OITNB! Nenhuma das senhoritas aqui chegam aos pés.

Melhor minissérie
“Bonnie and Clyde”
“American horror story: Coven”
“Fargo”
“Luther”
“Treme”
“White Queen”

CartazFargo

Olha a vantagem de True Detective ter se incrito em Série Dramática, o caminho fica livre para Fargo!

Melhor filme para TV
“Killing Kennedy”
“Muhammad Ali’s greatest fight”
“Normal heart”
“Sherlock: His last vow”
“The trip to Bountiful”

The-Normal-Heart1-768x300

Assisti recentemente pela HBO Normal Heart, e deve ser esse mesmo o vencedor, até porque 3 dos seus atores foram indicados para melhor performance em TV. Os prêmios técnicos já foram entregues semana passada, incluindo os de atores especialmente convidados. As indicações já mostram que não são grandes fãs de surpresas, e curtem mesmo um bom-mocismo!

Mas o Emmy é considerado o “oscar da TV”, então, não dá pra ignorá-lo.

(Fonte das indicações: G1)