UM VESTIDO DE NOIVA NADA COMUM

Duas estudantes de design da Letônia (extremo norte europeu, na região do Báltico) criaram um vestido de noiva em estilo gótico, feito com milhares de folhas de papel, cortadas em formato oval. Justapostas em camadas, o efeito obtido é o de uma plumagem.

Dana Jasinkevica, 20, e Dita Enikova, 21, desenvolveram a peça para uma exposição na “Centre Gallery”, de Riga. Para a dupla, a interpretação derivada da obra é “a questão do sofrimento das aves com a poluição de seu habitat natural pelo óleo, onde o cisne é uma das potenciais vítimas”.

 ”Swan in Oil.Before and After” é o nome.

Fotos: Arturs Kondrats. Modelo: Ilze Puga (GBMM).

A melancolia da obra é também provocada pela fragilidade do papel, que nos faz refletir sobre a efemeridade da moda. No Brasil, o designer Jum Nakao entrou para a história com um emocionante desfile apresentado na 17a. edição da São Paulo Fashion Week, em 2004, baseado no mesmo pensamento.

700 quilos de papel foram utilizados para confeccionar uma coleção que, ao final da apresentação, foi destruída intencionalmente pelas modelos. Como o historiador João Braga mesmo comentou à revista Época, teria sido apenas um happening, não fosse a complexidade e o estudo envolvidos por Jum no processo criativo de cada peça. Relembre aqui.